Alguns recursos desse site utilizam cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar a navegar nesse site, você concorda em utilizá-los?

Área de Conhecimento

Resultados de estudos, pesquisas e nossa produção intelectual ao seu alcance.

Aqui você encontra parte de nossos conteúdos.
Veja todo conteúdo

Rota 2030 agora depende de Temer, diz ministro do Desenvolvimento

O Brasil entrou no terceiro mês sem regime automotivo – e não existe previsão de quando terá o novo, chamado de Rota […]

Rota 2030 agora depende de Temer, diz ministro do Desenvolvimento

O Brasil entrou no terceiro mês sem regime automotivo – e não existe previsão de quando terá o novo, chamado de Rota 2030. “Agora depende de ato do presidente (Temer)”, afirmou nesta sexta-feira (2) o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Marcos Jorge de Lima.

A assessoria da Casa Civil disse ao G1 nesta sexta que o texto está ainda sob análise, para finalização, e que não existe previsão de quando será enviado para o presidente Michel Temer assinar.

 No último dia 20, o ministro tinha dito que o programa sairia “nos próximos dias”. Mas o atraso persiste: a ideia era que o novo regime entrasse em vigor logo que acabasse anterior, chamado Inovar Auto, em 1º de janeiro.

Esses planos trazem um conjunto de regras que as montadoras e importadoras de veículos devem seguir, englobando metas de eficiência de consumo de combustível, incentivo à pesquisa, segurança, entre outros itens.

Motivo do impasse

 As discussões em torno do assunto já duram 9 meses. “O Rota 2030 foi objeto de mais de 100 reuniões no ano passado”, disse o ministro nesta sexta.

Montadoras têm declarado que precisam conhecer as regras para planejar próximos investimentos no país.

O atraso na divulgação do regime se deve, principalmente, à falta de consenso entre o MDIC e o Ministério da Fazenda sobre o aumento ou redução de impostos e a forma de fazer a renúncia fiscal, que deve ficar em torno de R$ 1,5 bilhão ao ano, mesmo montante do regime anterior.

 Diferentemente do Inovar Auto, o subsídio para as indústrias no Rota 2030 não deve ser condicionado à produção local, mas sim a investimento em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Mas os ministérios não se entenderam sobre como essa renúncia será feita.

 Veja o que cada um propõe:
  • O Ministério da Fazenda quer que as montadoras se enquadrem na chamada “Lei do Bem”, um programa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação que dá benefícios para quem investe em inovação.

Fonte: G1

Senado aprova nova MP que incentiva empresas de tecnologia e informática a investirem em inovação por meio de projetos P&D

Foi aprovada pelo plenário em 16 de maio deste ano a Medida Provisória (MP) nº 810/2017, que altera as leis [...]

PROIN.UEG abre vagas para processo de incubação

Na dia 2 de maio, a Universidade Estadual de Goiás (UEG) convidou por meio do seu programa de incubadoras – [...]

De empresa tradicional para plataforma digital: os pontos críticos da transformação

Seguindo a tendência do aumento da economia digital, ou seja, crescimento da economia movida pela demanda em rede e as [...]

Agência reduz juros em linhas de crédito para empresas

A FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) vai reduzir as taxas de juros de seus empréstimos em cinco linhas de [...]

Tecnologia e mobilidade impactarão varejo nos próximos anos

Até 2025, a distinção entre loja física e on-line deverão desaparecer, como aponta uma pesquisa da Cognizant, sobre o futuro [...]

FAPESP abre novo ciclo PIPE (Fases 1, 2) e disponibiliza edital para a Fase 3

A FAPESP realizou, no dia 28 de março, reunião de abertura do novo ciclo de análise de propostas de projetos [...]

As cidades mais inovadoras do Brasil

O Rio de Janeiro subiu duas posições e aparece em primeiro lugar no pilar Inovação do Índice de Cidades Empreendedoras 2017 [...]

As 5 tecnologias que vão mudar o mundo nos próximos 5 anos

A IBM anuncia nesta semana o seu conjunto de previsões “Next 5 in 5”, que elenca quais inovações científicas a empresa acredita [...]

Saiba quais são as inovações que estão norteando o varejo eletrônico

O ano de 2017 pode não ter sido dos melhores para a economia nacional. Porém, para o e-commerce o cenário não foi [...]

Inovação é a arma do varejo para conquistar consumidores

O comércio é uma das atividades mais antigas da história da humanidade: as pessoas saíam de casa rumo aos grandes [...]

São Paulo planeja criar "novo Vale do Silício" em região do CEAGESP

A prefeitura de São Paulo irá criar um distrito de tecnologia e inovação onde hoje está instalado a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais [...]

contato

fale conosco

Entre em contato com a gente pelo formulário abaixo:
Assunto:
Comentário:

Trabalhe conosco

Envie seu currículo para Pieracciani:
Área:
Comentário:
55 11 5506 2953

Rua Geraldo Flausino Gomes, 78cj. 151
Brooklin NovoSão PauloSP04575-060

Cadastre-se

Receba novidades e notícias da Pieracciani