Alguns recursos desse site utilizam cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar a navegar nesse site, você concorda em utilizá-los?

Área de Conhecimento

Resultados de estudos, pesquisas e nossa produção intelectual ao seu alcance.

Aqui você encontra parte de nossos conteúdos.
Veja todo conteúdo

De empresa tradicional para plataforma digital: os pontos críticos da transformação

Seguindo a tendência do aumento da economia digital, ou seja, crescimento da economia movida pela demanda em rede e as […]

De empresa tradicional para plataforma digital: os pontos críticos da transformação

Seguindo a tendência do aumento da economia digital, ou seja, crescimento da economia movida pela demanda em rede e as intervenções baseadas em plataforma que resultam em mudanças societárias de grande alcance, os líderes de empresas terão que enfrentar grandes desafios e desenvolver nova habilidades em curto espaço de tempo.

A fim de garantir a saúde de seus negócios de pipeline, hoje em dia os líderes de empresas se concentram em um conjunto de habilidades para gerenciar KPIs clássicos, como por exemplo, taxa de produtividade, taxa de sucesso de venda, taxa de lucratividade, índice de turnover. As habilidades necessárias para controlar rigorosamente os recursos internos simplesmente não se aplicam ao trabalho de nutrir os ecossistemas externos, como se faz necessário na medida em que a empresa vai se transformando em plataforma.

As empresas de pipeline tradicionais deverão desenvolver novas competências essenciais e uma nova mentalidade para projetar, governar e expandir as plataformas de forma dinâmica em cima de seus negócios existentes. O controle das interações, do engajamento, da qualidade e da disponibilidade de acesso ao sistema da plataforma serão peças fundamentais para uma boa gestão e sobrevivência da empresas de plataformas digitais.

A incapacidade de fazer esta transição poderá levar alguns líderes empresariais tradicionais com registros de histórico impressionantes falharem em gerenciar empresas de plataformas. Assim como aconteceu com um dos ícones da mídia, Rupert Murdoch, que comprou a rede social Myspace e seguiu a sua gestão do mesmo como dirigia seu jornal – de cima para baixo, burocrático e com foco mais no controle da operação interna do que na promoção do ecossistema e criação de valor para os participantes. Com o tempo, a comunidade de Myspace se dissipou e a plataforma desapareceu. A falha na transição para uma nova abordagem deve ser um cuidado para todas as empresas tradicionais – desde hotéis até prestadores de cuidados de saúde.

 

Para saber mais, clique aqui ou fale com Marina Carlucci (mmoraes@pieracciani.com.br)

Senado aprova nova MP que incentiva empresas de tecnologia e informática a investirem em inovação por meio de projetos P&D

Foi aprovada pelo plenário em 16 de maio deste ano a Medida Provisória (MP) nº 810/2017, que altera as leis [...]

PROIN.UEG abre vagas para processo de incubação

Na dia 2 de maio, a Universidade Estadual de Goiás (UEG) convidou por meio do seu programa de incubadoras – [...]

Agência reduz juros em linhas de crédito para empresas

A FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) vai reduzir as taxas de juros de seus empréstimos em cinco linhas de [...]

Tecnologia e mobilidade impactarão varejo nos próximos anos

Até 2025, a distinção entre loja física e on-line deverão desaparecer, como aponta uma pesquisa da Cognizant, sobre o futuro [...]

FAPESP abre novo ciclo PIPE (Fases 1, 2) e disponibiliza edital para a Fase 3

A FAPESP realizou, no dia 28 de março, reunião de abertura do novo ciclo de análise de propostas de projetos [...]

As cidades mais inovadoras do Brasil

O Rio de Janeiro subiu duas posições e aparece em primeiro lugar no pilar Inovação do Índice de Cidades Empreendedoras 2017 [...]

As 5 tecnologias que vão mudar o mundo nos próximos 5 anos

A IBM anuncia nesta semana o seu conjunto de previsões “Next 5 in 5”, que elenca quais inovações científicas a empresa acredita [...]

Saiba quais são as inovações que estão norteando o varejo eletrônico

O ano de 2017 pode não ter sido dos melhores para a economia nacional. Porém, para o e-commerce o cenário não foi [...]

Rota 2030 agora depende de Temer, diz ministro do Desenvolvimento

O Brasil entrou no terceiro mês sem regime automotivo – e não existe previsão de quando terá o novo, chamado de Rota [...]

Inovação é a arma do varejo para conquistar consumidores

O comércio é uma das atividades mais antigas da história da humanidade: as pessoas saíam de casa rumo aos grandes [...]

São Paulo planeja criar "novo Vale do Silício" em região do CEAGESP

A prefeitura de São Paulo irá criar um distrito de tecnologia e inovação onde hoje está instalado a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais [...]

contato

fale conosco

Entre em contato com a gente pelo formulário abaixo:
Assunto:
Comentário:

Trabalhe conosco

Envie seu currículo para Pieracciani:
Área:
Comentário:
55 11 5506 2953

Rua Geraldo Flausino Gomes, 78cj. 151
Brooklin NovoSão PauloSP04575-060

Cadastre-se

Receba novidades e notícias da Pieracciani