Alguns recursos desse site utilizam cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar a navegar nesse site, você concorda em utilizá-los?

Área de Conhecimento

Resultados de estudos, pesquisas e nossa produção intelectual ao seu alcance.

Aqui você encontra parte de nossos conteúdos.
Veja todo conteúdo

As 5 tecnologias que vão mudar o mundo nos próximos 5 anos

A IBM anuncia nesta semana o seu conjunto de previsões “Next 5 in 5”, que elenca quais inovações científicas a empresa acredita […]

As 5 tecnologias que vão mudar o mundo nos próximos 5 anos

A IBM anuncia nesta semana o seu conjunto de previsões “Next 5 in 5”, que elenca quais inovações científicas a empresa acredita que terão impacto significativo no mercado nos próximos cinco anos.

Poluição marítima

Para lidar com a poluição dos oceanos, a companhia prevê o uso de microrrobôs com inteligência artificial que poderão, por exemplo, detectar a saúde dos plânctons. “Estaremos em um nível em que conseguiremos gerar esses robôs com baixo custo”, afirmou Ulisses Mello, diretor do laboratório de pesquisas da IBM Brasil.

Inteligência artificial

Tendência em diversos segmentos, a inteligência artificial já é uma realidade atualmente, inclusive na própria IBM, que têm o Watson, com diversas APIs em aplicativos de terceiros. 

Por exemplo, o escritório Urbano Vitalino, do Recife (PE), usa a plataforma do Watson em sua assistente virtual, chamada Carol, para automatizar o preenchimento de dados de processos judiciais no sistema interno da firma. No entanto, a empresa diz que essa tecnologia precisa ser imparcial.

“A inteligência artificial precisa ser justa para ser usada na tomada de decisões nas empresas. É preciso avaliar com qual amostragem de dados ela foi criada”, disse Mello.

Em 2016, a Microsoft, rival da IBM, colocou uma inteligência artificial no Twitter e, alimentada pela base de usuários do microblogue, ela se tornou racista, xenófoba e machista em apenas 24 horas. Logo após o acontecimento, que disparou um alerta interno na empresa, o projeto foi tirado do ar.

Âncora criptografada

O blockchain é uma tecnologia estudada por diversos segmentos para evitar fraudes. Segundo a IBM, ele será usado contra falsificadores como uma forma de assegurar a autenticidade de um determinado produto.

De acordo com Mello, um exemplo seria o monitoramento do trajeto de uma fruta, do seu ponto de origem até o seu destino. “Como a cadeia do blockchain é imutável, seriam necessários muitos pontos de vulnerabilidade para alterar a transparência dele, por isso, as fraudes vão reduzir muito com isso”, afirmou o diretor.

Para que algo assim aconteça, é claro, as frutas ou qualquer outro objeto precisariam contar com sensores que enviam dados para a cadeia criptografada do blockchain.

Lattices

Hoje, a criptografia usada em diversos serviços online é baseada na troca de chaves públicas e privadas, com cada vez mais bits para aumentar a complexidade e o nível de segurança da codificação. Para a IBM, uma tendência é usar truques de álgebra linear para esconder essas chaves. Eles são chamados “lattices”.

“Isso também permite que você faça determinadas coisas, como, em vez de descriptografar a informação, você pode sempre mantê-la criptografada. Você só vai precisar do resultado do enigma matemático, não mais das chaves A e B”, de acordo com Mello.

Um exemplo de uso seria em bancos. No momento de acessar o saldo da sua conta, você poderá ver a informação enquanto mantém as chaves seguras.

Computação quântica

Ainda hoje nas mãos dos pesquisadores, a computação quântica já terá impacto no mercado dentro de cinco anos, prevê a IBM.

Essas máquinas, que usam qubits em vez de bits, o que lhes permitem a representação de 0 e 1 simultaneamente em vez de um por vez, poderão ajudar na criação de novos materiais químicos. Essa nova fase da computação vai ajudar a simplificar a representação da natureza no ambiente digital.

Cada qubit pode ser usado para representar um átomo, e o processador quântico mais recente consegue processar 50 qubits, o que já lhe permite uma representação complexa de uma molécula. Com 100 qubits, problemas químicos podem ser resolvidos. A aplicação dessa tecnologia também vai ajudar bancos a fazer uma das atividades computacionais mais importantes para o segmento financeiro: a análise de risco.

Vale notar que muitas dessas tecnologias que podem impactar o mundo nos próximos cinco anos ainda devem levar algum tempo para chegarem a produtos voltados aos consumidores, apesar de que seus efeitos poderão ser sentidos por nós, de uma forma ou outra, nesse período.

Fonte: Exame

São Paulo ganha centro de inovação para mercado jurídico

A Thomson Reuters, provedora mundial de soluções em tecnologia, se juntou a Future Law, uma iniciativa dos advogados Christiano Xavier, Alexandre [...]

Número recorde de empresas usa Lei do Bem, de subsídio à inovação

A procura por incentivos fiscais com base na Lei do Bem bateu recorde em 2017, segundo os dados anuais que [...]

A indústria 4.0 e as grandes transformações na cadeia de valor

A velocidade das mudanças é intensa. Cada vez mais o cliente paga pelo que você é, o que você representa, [...]

Mais fomento para inovação: US$1,5 bilhão do BID para FINEP executar

Governo Federal e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) assinaram ontem (01/08), a primeira operação de US$ 703,6 milhões para [...]

“Overcrowded - Designing Meaningful Products in a World Awash with Ideas”

Por Ronald Dauscha Em seu reflexivo livro “Design-Driven Innovation – Mudando as Regras da Competição”, Roberto Verganti nos confronta com [...]

Governo dribla crise e oficializa o Rota 2030

Por Francisco Tripodi e Marcelo Cunha Chega ao fim um longo período de angústia das empresas da cadeia automotiva após [...]

49 das empresas mais inovadoras do Brasil são clientes da Pieracciani

Uma relação construída ao longo do tempo com confiança, competência e geração de valor. A Pieracciani parabeniza e agradece pela [...]

BNDES Lança Programa para o Desenvolvimento de Startups

Alinhando-se a outras instituições privadas e públicas o BNDES acaba de lançar, no início de julho, o seu próprio Programa [...]

MDIC publica Portaria que dispõe sobre os procedimentos de fiscalização do INOVAR-AUTO e estende prazo de entrega da auditoria do Programa

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) publicou na última terça-feira (03 de julho) a Portaria nº 1.123-SEI, [...]

A Bahia, pronta para Inovar.

Por Paulo Pietrobon* Você já conheceu alguém que percebeu que estava errado, mas por razões culturais, para não sair da [...]

É sancionada lei que prevê incentivos a empresas de tecnologia que investem em startups com base em projetos P&D

Pela primeira vez se tem uma lei sancionada que prevê incentivos a empresas de tecnologias da informação e serviços, de [...]

Os países mais inovadores do mundo, segundo o ranking Bloomberg 2018

A Coréia do Sul e a Suécia se mantêm como os países mais inovadores do mundo, de acordo com o [...]

contato

fale conosco

Entre em contato com a gente pelo formulário abaixo:
Assunto:
Comentário:

Trabalhe conosco

Envie seu currículo para Pieracciani:
Área:
Comentário:
55 11 5506 2953

Rua Geraldo Flausino Gomes, 78cj. 151
Brooklin NovoSão PauloSP04575-060

Cadastre-se

Receba novidades e notícias da Pieracciani